Promessas de um gajo que corre

De vez em quando dá-me para arrancar a correr pela fresquinha rumo à zona saloia. Quando desço a Calçada de Carriche, olho para os montes lá ao fundo e penso “Daqui a bocadinho já lá estou”. Tudo bem que o “bocadinho” inclui subidas que colam chumbo às minhas pernas, minutos a pensar “És tão estúpido, o jogo da malha é tão mais a tua cara” e a sensação que estou a suar o triplo do meu peso em água.

Depois chego lá ao topo da pequena serra, já em zona semi-urbana, semi-campestre e contemplo de um lado os dormitórios que se espalham à volta de Lisboa e do outro vales, colinas e outras serras onde as casas se contam pelos dedos, onde as há.

Desta vez no regresso resolvi fazer algo que tinha dito que não faria nos dias em que fosse correr 30kms ou perto disso. Olho para a encosta da Serra da Luz e penso “O Paço do Lumiar e Telheiras não são assim tão longe. E esta subida se calhar não é tão puxada como me pareceu da última vez…”

Deixa-se o Senhor Roubado para trás e lá vou eu a controlar as casas que parece coladas na encosta. Já levo 21, 22kms nas pernas quando começo a subir e torna-se impossível fazê-lo a correr de forma contínua e, sem problema, intervalo passo rápido e corrida. Cada vez mais percebo que gerir esforço obriga a que aquela noção orgulhosa de “Andar nunca” seja metida no saco em prol de um bem maior.

Finalmente chego ao topo e faria corar de vergonha alguns camelos que me vissem a emborcar água como o fiz. Depois tudo parece simples e fácil, passo o Cemitério de Carnide, o campo de golfe, os empreendimentos modernos e o Centro de Triagem. Já estou de novo no Lumiar e já não falta muito. Cruzam-se comigo uns tipos que vão fresquinhos a bom ritmo, certamente irão descer a encosta. Trocam-se os bons dias e eu prometo a mim mesmo “Já faltou mais para subir a encosta sem parar. Pode ser que para a próxima…”

 

E depois deixo-me de filosofias e acelero rumo a casa. Três horas no bucho e eu para aqui com cantigas épicas. O mais certo era vender a alma por um banho e um litro de água fresquinho.

Anúncios

Tens a certeza disso que dizes?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s