Uma caixinha para guardar palavras

Existem palavras que, não sendo surpresas, por vezes guardo em caixinhas. Bem, minto, talvez sejam um bocadinho surpresa porque as gosto de utilizar em contextos variados e nem sempre alinhados pelo diapasão do interlocutor. É que às vezes me faz pena existirem tantas palavras e usarmos quase sempre as mesmas em determinadas situações. Convenções, eu sei, mas ainda assim há que puxar para não ir sempre pelo mesmo caminho que os outros.

O que é engraçado, mesmo em situações mais triviais, é que um dia damos por nós a ouvir palavras que já não estão só nas nossas caixinhas mas que, por frequência de uso ou quem sabe espalhadas pelo vento, também já pertencem às caixinhas de outros. Sem egoísmos, é uma sensação agradável, até porque na verdade as palavras nunca foram nossas, apenas se deixaram colocar na nossa caixinha por saberem que, naquele momento, aquilo era o melhor para elas. Isto se acreditarmos que as palavras pensam, o que não é garantido, da mesma forma que não é garantido que quem as usa também pensa sempre que o faz.

E, para quem gostar de palavras novas e humor, nada como seguir o “Dicionário de Novas Palavras Novas” no Facebook ou, se preferirem, no Tumblr. Pelo que vejo é uma ideia gira com pernas (e palavras) para andar.

Anúncios

Um pensamento sobre “Uma caixinha para guardar palavras

Tens a certeza disso que dizes?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s