“Padaria” e outras palavras em alerta vermelho de exaustão

O Instituto Nacional de Palavrologia e Abusos de Linguagem acaba de emitir um alerta vermelho sobre um lote de palavras que, devido aos abusos, estão maior situação de risco que um lince ibérico que abuse do álcool e se drogue com hormonas de coelho bravo.

Depois do uso abusivo, gorduroso e desconexo de palavras como “gourmet”, “vintage” ou “brutal”, há agora uma nova vaga de palavras que, de tanto andarem em tantas bocas, começam a causar mais asco que casos graves de herpes. Algumas delas podem ser encontradas nesta breve lista:

 

“Padaria” – Não no sentido clássico da mesma, mas no sentido em que vender pão e bolos é agora uma experiência vintage de travo gourmet bairristíco-tradicional.

“Bairro” – Antigamente, bairro era um termo que remetia para a geografia de uma localidade – consoante o seu nome (é sempre de evitar bairros com números, nomes de animais e covas/buracos/charnecas). Agora “bairro” é um adjectivo que quer dizer algo de travo vintage-gourmet tradicional. Se é do bairro é porque não é industrial, nem mal feito e tem muito carinho à nossa espera, em forma de n produtos, muitas vezes consumíveis. É o que se chama mandar o bairro à parede a ver se pega.

“Cosy” – Muitos adeptos do estrangeirismo fácil estão a migrar do “trendy” e afins para o cosy. Tudo é cosy, mesmo que não se esteja a falar de cosy nenhuma. E se for uma padaria do-it-yourself então nem se fala.

“Running” – Cada vez menos gente corre, estão todos a dar-lhe no running.

“Hipster” – Em vez de ser uma categoria/tendência com um significado próprio, é um repositório para tudo o que não se consegue enquadrar ou soa a estranho. Tem uma camisa feita de sofás reciclados? É hipster. Come sandes de atum de soja em pão sem glúten? É hipster. Toma duche a ouvir o primo desconhecido do Bon Iver? Hipster, de certeza. Atravessa a rua ao pé coxinho? H-i-p-s-t-e-r.

 

Atenção: Esta amostra não inclui inúmeros derivativos profissionais e linguajar técnico-abusivo, isto para não falar de vários dialectos urbano-específicos que demoram mais tempo a entrar no mainstream.

Anúncios

5 pensamentos sobre ““Padaria” e outras palavras em alerta vermelho de exaustão

    • Hey, vamos lá a ter calma, que eu no fim do mês tenho uma e não me quero sentir condicionado a não falar disso com garbo e algum espírito épico 😉

      E olha que eu também junto “trail” à coisa e está o caldo entornado. Um caldo gourmet, acrescente-se.

Tens a certeza disso que dizes?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s