‘The Crow’ e o problema de tomar o refrão pelo todo

Ontem, durante um quiz que é uma espécie de Trivial Pursuit em super-esteróides e outras drogas de performance cometi uma gaffe.

A pergunta era sobre o filme ‘The crow’, que tem um estatuto algo mítico dentro da minha geração. Mais precisamente, a questão era sobre a sua banda sonora, da qual sempre fui apreciador.

Qual dos temas era uma adaptação de uma faixa dos Joy Division, os quais não me aquecem nem me arrefecem. Mas, dado que essa adaptação é dos Nine Inch Nails, com os quais tenho maior afinidade, pensei que tinha a resposta no papo, a letra formava-se na minha cabeça. Era só aguardar que chegasse a nossa vez de tentar responder.

E ela chegou e eu disse ‘They keep calling me’. Falha rotunda.

O que eu disse foi o refrão, o nome da faixa é ‘Dead Souls’, coisa à qual teria chegado se não tivesse começado logo a cantar.

A música não deixa de ser boa, mas isso aborreceu-me. Até que pensei no Brandon Lee e no lado fatídico de ‘The Crow’.

E daí fui parar ao lado agridoce que o quiz tem para mim a todas as terceiras sexta-feiras de cada mês. E, nesse aspecto, Julho é um mês lixado a dobrar.

E depois pensei que era hora de deixar de lamúrias e levantar o copo para fazer um brinde a quem nunca teve pachorra para lamechice. Eu sei que não há problema em falhar esta puto, no que a nós diz respeito o refrão desta música fará sempre mais sentido que o título.

 

Anúncios

Tens a certeza disso que dizes?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s