Vir nu no Metro e conseguir ser invisível

Hoje cheguei ao Metro, coloquei toda a minha roupa num saco de desporto e entrei na carruagem envergando apenas uns ténis. Tal como previa, nada aconteceu, pois a grande maioria das pessoas ia com a cara enfiada no ecrã do telemóvel ou do tablet. Verdade seja dita, duas ou três mulheres iam a ler livros. Bem, pelo título, o que uma delas tinha na mão não era um livro, era mais uma cena estilo Chagas Freitas o que, feitas contas, fica uns furos abaixo do Candy Crush mas que, pelo exercício de reconhecimento de letras e palavras, fica acima de estar a fazer refresh em loop de feeds de redes sociais.

De repente, sinto um frio na espinha e não se trata de corrente de ar. E se toda a gente está apenas constrangida a ignorar-me, usando o que tem à mão para disfarçar? Resolvo vestir-me e evito dobrar-me ao tirar a roupa do saco. Ninguém bate palmas, a minha teoria vai por água abaixo.

Já com roupinha no lombo, saio a ponderar se faço o mesmo no elevador do edifício onde trabalho. A música não era convidativa, fica para outro dia.

Anúncios

Tens a certeza disso que dizes?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s