Planos pré crise de meia idade

Dei por mim a pensar que já estou mais perto dos 40 do que dos 30, isto factualmente falando. Mentalmente devo estar com um ligeiro delay.

Mas a questão não é essa, a questão é saber aquilo que me interessava fazer antes que me comecem a apontar o dedo e me digam que é ‘mazé’ tudo crise de meia idade.

– Experimentar fazer stand up

Apesar de várias ligações ao humor, não estou a pensar fazer carreira em palco com piadas farçolas e histórias de pseudo-comediante. Mas a verdade é que vive um pequeno palhacito dentro de mim (não és tu filho) e nas minhas várias vertentes humoríticas fica sempre a curiosidade – se já escreveste para cenas de humor, porque não ir a palco e experimentar a sensação?
É certo que seria algo em ponto pequeno, provavelmente enganando alguns amigos e afins que não se sintam já demasiado enganados e fazer por isso. O pior que podia acontecer? As pessoas acharem piada ao facto de eu não ter piada nenhuma.

– Escrever ficção ‘à séria’

Basicamente isto não é novidade nenhuma, nem a busca do sucesso editorial por si. É só conjugar a disciplina que me tem faltado para organizar algumas das coisas que por aqui andam armazenadas em fase de desenvolvimento em câmara lenta. Dar-lhe forma, olhar para o resultado final e depois, quem sabe, dizer – ‘Epá, tenho muito para dar à agricultura biológica nas traseiras da minha casa’.

– Fazer uma ultra na mata, mas só de dose semi-épica

No próximo ano o basket vai ser algo utópico, fazendo com que seja talvez o primeiro ano desde os meus 12 anos em que não jogo semi-competitivamente. Por isso, privilegiando a animação lá em casa, é provável que o meu corpo se aguente a bombocas ligeiramente maiores se conseguir correr regularmente. Não me parece que psicologicamente esteja determinado a valores épicos, mas provavelmente algo por volta dos 50/60k seja possível a médio prazo. No limite, 43k já é ultra 🙂

– Uma viagem de ‘nível’ extenso

Em virtude do mini cidadão será porventura o menos realizável para já. Mas há um ou outro continente mais distante que clamam pela nossa presença e há povos que não podem continuar a subsistir sem o nosso sorriso gracioso. E não se trata de manigância de gajo a falar de si no plural majestático, é mesmo coisa para fazer a dois ou a três. Vejamos o que o futuro dirá.

Nota: Olha que bonito e profético, este é o post 200 nesta chafarica.

Anúncios

Um pensamento sobre “Planos pré crise de meia idade

  1. Tenho uma boa notícia para ti: agora isso da meia idade e respetiva crise passou para os sessenta!
    Tens mais de vinte anos para fazer essas coisas todas antes que possam ser suspeitas de sintoma da crise.

Tens a certeza disso que dizes?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s