O resgate emocional

Bonita expressão. Dá para muita coisa, desde interessantes debates sobre sanções zero ou ser um zero em sanções até à análise de determinado tipo de relações que, não chegando à síndrome de Estocolmo, dão pelo menos para chegar até uma qualquer síndrome da Europa Central.

Mas, para esse tipo de situações, já existem os noticiários, os jornais, os programas da tarde na TV e as redes sociais em geral.

Só quero falar de ‘Emotional Rescue’, uma música dos Rolling Stones por volta de 1980, parte de um álbum com o mesmo nome.

Não sou um devoto de Stones, longe disso, gosto de alguns temas e oiço umas playlists de quando em vez. Contudo, gosto de histórias por detrás de músicas e abençoada Internet por nos deixares partir de uma música para todo um contexto envolvente.

Diz-se que Mic Jagger sempre gostou de ouvir o que os putos andavam a ouvir em várias épocas para ver que tipo de influências andavam a bombar. No final dos anos 70, bombava o disco.

Apesar de disco estar para o rock dos anos 80 como alho está para Drácula, há toda uma sonoridade inspirada na coisa neste álbum dos Rolling Stones. Consta que muitos fãs ficaram raivosos e não foi fácil fazer as pazes. Transversalmente, o álbum foi um sucesso comercial, safando-se quer na Europa, quer nos EUA, apesar da indignação de uma franja da audiência.

No entanto, uma coisa são discos, outras são concertos. E diz-se que o Keith Richards nunca foi muito à bola com essa história do disco e, dizendo-se também que é ele que define boa parte das setlists para os concertos, muitos dos temas deste álbum nunca viram a luz do dia. Tanto é que esta faixa foi tocada pela primeira vez em concerto em 2013, 33 anos depois de ter sido lançada.

O disco já ia na sua quinta encarnação, os Rolling Stones continuavam na mesma, mas mais tolerantes. Às vezes os resgates emocionais demoram tempo a ser negociados.

Anúncios

2 pensamentos sobre “O resgate emocional

    • Por acaso ouvi-a quando estive a ler sobre isto. Ainda assim, o Mico em falsetto durante 3/4 da música tem o seu encanto. E diz também que o ‘efeito térmico’ do vídeo à altura era cena vanguardista…

Tens a certeza disso que dizes?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s