Despedi-me do tempo

No dia em que passei a usar relógio, deixei de contar o tempo. A responsabilidade deixou de ser minha e se chego adiantado, a culpa é do relógio, se me atraso, idem. Às vezes perguntam-me as horas e eu aponto para o relógio, ‘Não sei, veja lá aqui’.

Pode parecer chato, maluco até, mas ao deixar de ter tempo para tudo, passei a ter tempo para tudo. O meu único medo é se o relógio parar. Como irei dar por isso? Para onde irá o tempo, o meu tempo, que lhe confiei?
Gostava de chegar a alguma conclusão sobre isto, mas agora não tenho tempo. Tenho outras coisas, mas não sei o que lhes chame. Talvez com o tempo chegue a alguma conclusão, desde que não seja sobre o tempo em si.

Anúncios

Tens a certeza disso que dizes?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s