Se és burro dos vinhos, goza com o dos vizinhos

Não percebendo eu muito de vinhos para além do Gosto / Não Gosto / Isto sabe-me a …… (inserir referência séria ou idiota, consoante a disposição) sou obrigado a valorizá-los em função da companhia. Se estou com eruditos da vinha, aceno com atenção, saboreio com respeito e espero por um tema em que possa acrescentar valor ou, no limite, engasgar-me com algum charme. Se estou com gente tão vinicolamente burra como eu, o objectivo é unicamente servir combustível para a conversa e esperar que ninguém se queixe que aquilo é, literalmente, combustível.

Agora, passatempo realmente interessante é estar em restaurantes a tentar perceber, quando o vinho chega às outras mesas, quem é que são os burros dos vinhos que disfarçam bem e aqueles que embora não percebam muito, compensam com pompa e dinamismo, ao fazer spinning e cross-bochechating ao nível de palato e um rápido mas pausado ‘É bom’.

Não sei ao que o vosso vinho vai saber, mas uma coisa posso garantir-vos, a vossa performance ajuda-me a saborear o meu, por mais carrascão que seja.

Anúncios

Tens a certeza disso que dizes?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s