One night (band)stands

Há bandas com as quais tenho uma relação ‘one night stand’, ou seja, só lhes dou importância por causa de uma música que gosto ou que me chama a atenção entre tudo o que produziram. Atenção, é algo diferente dos ‘one hit wonders’, que por norma são bandas/artistas que tiveram uma música de jeito (ou, vá lá, algo que ficou no ouvido) ou daquelas bandas que começamos por só conhecer um tema durante algum tema até que vamos descobrir mais umas quantas e até percebemos que afinal é coisa para ouvir de forma mais abrangente.

E assim chegamos à minha relação com os Arctic Monkeys.

Não ponho em causa que seja uma banda de valor.

Não questiono que tenham inúmeros álbuns bons e músicas de embarda que valem a pena.

Não duvido que se fosse a um concerto iria gostar de ouvir, porque ao vivo é que é.

Não contesto que as faixas do álbum X sejam melhores que as do álbum Y, mas que há dois temas no álbum Z que são imperdíveis.

Para mim, Arctic Monkeys são isto:

 

Oiço isto em loop na boa durante meia hora e, do resto, não quero nem saber.

 

Anúncios

Tens a certeza disso que dizes?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s