Xadrez de portas

Há quem invista tempo e intelecto no xadrez, enquanto expoente máximo da estratégia lúdica. Eu prefiro a estratégia lúdica e um pouco menos intelectual de abrir/segurar/largar portas enquanto desporto de convivência cívica.

Não sei interpretar uma defesa siciliana ou tirar o devido benefício de um roque, mas sou um exímio executante da regra dos dois segundos de porta na mão antes de a largar na tromba de alguém.

Não nasci para grão-mestre, mas também não ando por cá para ser porteiro.

Anúncios

Tens a certeza disso que dizes?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s